Pular para o conteúdo
Início » Ciclo menstrual: o que é, como ele acontece e suas diferentes fases

Ciclo menstrual: o que é, como ele acontece e suas diferentes fases

O ciclo menstrual diz respeito às mudanças mensais que ocorrem no útero. Venha conferir o que é o ciclo menstrual e suas diferentes fases.

Ciclo menstrual: o que é
Fonte: Capricho – O ciclo menstrual diz respeito às mudanças mensais que ocorrem no útero.

Primeiramente, o Ciclo menstrual diz respeito às mudanças mensais que ocorrem no útero. Inclusive, ele é também chamado de ciclo uterino. Aliás, ele apresenta relação direta com o ciclo ovariano, que ocorre nos ovários.

De modo geral, a maioria das mulheres, em idade reprodutiva, passam por um processo natural chamado ciclo menstrual. Basicamente é, o intervalo de tempo desde o início de uma menstruação até a menstruação seguinte.

Sobretudo, o ciclo, geralmente dura entre 25 a 35 dias e é dividido em 4 fases. Isto é, de acordo com as alterações hormonais que ocorrem no corpo feminino durante o mês.

Enfim, venha compreender melhor o que é o ciclo menstrual, como ele acontece e suas diferentes fases.

O que é ciclo menstrual?

Sobretudo, o ciclo menstrual é um conjunto de modificações que ocorrem no endométrio e que apresentam uma duração média de 28 dias.

Basicamente, esse ciclo é consequência de eventos importantes que ocorrem no ovário. Portanto, quando a mulher deixa de apresentá-lo, significa que ela não é mais fértil, uma vez que o ciclo ovariano também foi interrompido.

Além disso, as mulheres apresentam o início dos seus ciclos menstruais por volta dos 12 anos de idade. Sendo eles interrompidos, normalmente, após os 45 anos.

Fases do ciclo menstrual

1- Fase menstrual:

A fase menstrual é o primeiro estágio, ou seja, é o primeiro dia da menstruação.

Essa fase começa quando um óvulo do ciclo anterior não foi fertilizado com nenhum espermatozoide. Portanto, a gravidez não ocorreu, sendo assim, os níveis dos hormônios estrogênio e progesterona caem.

Consequentemente, o revestimento sanguíneo espesso do útero, que serviria para sustentar uma gravidez, não é mais necessário. Dessa forma, durante o período menstrual, é expelida uma combinação de sangue, muco e tecido do útero.

Esse período geralmente vem acompanhado de alguns sintomas. Como por exemplo:

  • Cólicas;
  • Inchaço e dor nas mamas;
  • Inchaço abdominal;
  • Mudanças de humor;
  • Irritabilidade;
  • Dores de cabeça;
  • Cansaço;
  • Lombalgia (dor na lombar);

Em média, essa fase menstrual dura entre três e sete dias. Porém algumas mulheres têm períodos menstruais mais longos do que outras.

Dica do dia: O chá de canela pode ser excelente para aliviar cólicas do ciclo menstrual.

2- Fase folicular

Primeiramente, a fase folicular começa no primeiro dia do período junto com a fase menstrual e dura cerca de 16 dias. Contudo, ela pode variar de 11 a 27 dias.

Sobretudo, nesta fase, o cérebro aumenta a produção do hormônio folículo-estimulante (FSH). O qual inclusive, estimula os ovários a produzirem cerca de 5 a 20 pequenos sacos. Aliás, são chamados folículos, e contém um óvulo imaturo em cada um.

Contudo, somente o óvulo mais saudável acaba amadurecendo e o restante será reabsorvido pelo corpo.

Afinal, com esse amadurecimento, o ovário começa também a liberar maiores quantidades de estrogênio. Aliás, é outro hormônio, responsável por tornar o revestimento do útero pronto para uma possível gravidez.

3- Fase ovulatória

Os níveis de estrogênio continuam aumentando
Fonte: Terra

Sobretudo, nesta fase, os níveis de estrogênio continuam aumentando e levam o corpo a produzir o hormônio luteinizante (LH).

De modo geral, ele é responsável por selecionar o óvulo mais maduro e fazê-lo sair do ovário. Consequentemente, iniciando o processo de ovulação, por volta do dia 14 do ciclo.

Primeiramente, o óvulo viaja pelas trompas em direção ao útero e, normalmente, sobrevive por 24 horas fora do ovário. Caso o óvulo entre em contato com espermatozoides, o mesmo pode ser fecundado.

Lembrando que, os espermatozoides podem durar até 5 dias dentro do corpo da mulher. Por isso é possível uma gravidez de até 5 dias antes da ovulação.

De todo modo, a fase de ovulação é o único momento de todo o ciclo em que a mulher se encontra fértil. Inclusive, ela pode apresentar alguns sintomas. Como por exemplo:

  • Ligeiro aumento na temperatura corporal basal;
  • Muco vaginal transparente semelhante à clara de ovo.

Enfim, a ovulação dura cerca de 24 horas. Após isso, o ovo morrerá, ou se dissolverá se não for fertilizado.

4- Fase lútea

Após o folículo liberar o óvulo, ele se transformará no corpo lúteo. Sobretudo, essa estrutura libera hormônios, principalmente progesterona e um pouco de estrogênio. Por isso, algumas mulheres podem apresentar sensibilidade nos seios, mudanças de humor e até inchaço.

Inclusive, o aumento dos hormônios mantém o revestimento uterino espesso e pronto para um óvulo fertilizado se implantar.

Quando a fecundação não acontece, o folículo vai encolhendo dentro do ovário. Consequentemente, os níveis de estrogênio e progesterona vão diminuindo até que o revestimento do útero seja eliminado. Dando início à menstruação e ao próximo ciclo menstrual.

Caso exista a fecundação, o óvulo fica grudado nas paredes do útero e o corpo começa a produzir hCG. Vale destacar que esse é um hormônio que mantém o folículo produzindo estrogênio e progesterona em níveis elevados.

Justamente, para manter o revestimento do útero até à formação da placenta.

Enfim, durante essa fase, se a mulher não engravidar, poderá sentir sintomas de síndrome pré-menstrual (TPM). Aliás, pode incluir:

Sintomas da TPM:

  • Inchaço no corpo;
  • Inchaço da mama, dor ou sensibilidade;
  • Mudança de humor;
  • Dor de cabeça;
  • Ganho de peso;
  • Mudanças no desejo sexual;
  • Ânsia provocada por alimentos ou aromas;
  • Dificuldade para dormir.

Enfim, essa fase lútea pode durar de 11 a 17 dias. Sobretudo, a duração média é de 14 dias. Inclusive, ela ainda pode liberar um muco vaginal branco e pastoso, semelhante a uma pomada (é diferente de corrimento vaginal).

O que deixa o ciclo menstrual irregular?

Primeiramente, vale destacar que o ciclo menstrual de cada mulher é diferente. Inclusive, tem mulheres que menstruam a cada 28 dias todos os meses. Enquanto outras possuem um ciclo menstrual mais irregular, podendo sangrar mais intensamente ou por um período maior de dias do que as outras.

Sobretudo, existem alguns sinais de que pode haver algum problema com o ciclo menstrual. Como por exemplo:

  • Você pulou os períodos ou seus períodos pararam completamente;
  • Seus períodos são irregulares;
  • Você sangra por mais de sete dias;
  • Seus períodos são inferiores a 21 dias ou têm mais de 35 dias de intervalo;
  • Você sangra entre os períodos.

Causas mais comuns do ciclo menstrual irregular

Diferentes fazes na mulher
Fonte: B9

Sobretudo, de acordo com os especialistas, as causas mais comuns do ciclo menstrual irregular podem ser:

  • Pílula anticoncepcional;
  • Gravidez;
  • Síndrome do Ovário Policístico (SOP): desequilíbrio hormonal que impede um óvulo a se desenvolver normalmente nos ovários. Causando inclusive, ciclos menstruais irregulares;
  • Miomas uterinos, não cancerosos. Aliás, podem tornar os períodos mais longos e mais difíceis ​​do que o habitual;
  • Distúrbios alimentares;
  • Pré-menopausa;
  • Excesso de atividade física intensa;
  • Início da vida fértil na adolescência, até 2 anos após a primeira menstruação;;
  • Hipertireoidismo;
  • Ovários policísticos;
  • Mundança de anticoncepcional;
  • Estresse ou distúrbios emocionais.

Antes de mais nada, caso você esteja na presença de ciclo menstrual irregular. Ou se o seu ciclo menstrual não estiver ocorrendo por mais de 3 meses. Recomendamos que você procure o ginecologista para investigar a causa do problema.

A menopausa

Primeiramente, a menopausa é a última menstruação, que ocorre em torno dos 48 aos 50 anos em média. Afinal, é ela quem marca o fim da vida reprodutiva da mulher.

Porém, durante a transição para a fase não reprodutiva, é comum que as menstruações aconteçam de forma mais espaçada. Por isso, inclusive, a menopausa só pode ser definida após 12 meses sem menstruar sequer uma vez.

Sobretudo, alguns sintomas de curto, médio e longo prazo podem ocorrer durante esse período. Como por exemplo:

  • Ondas de calor;
  • Alteração no humor, como irritação e depressão;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Baixa libido;
  • Atrofia urogenital. Sobretudo, esse é um sintoma presente em até 50% das mulheres. O que=al inclusive, causa o afinamento e ressecamento do muco vaginal, causando dor durante o ato sexual;
  • Osteoporose;
  • Doenças Cardiovasculares.

Por fim, cerca de 80% das pacientes apresentam sintomas neste período, com menor ou maior intensidade. Inclusive, se você está passando por este período e sentindo algum desconforto, consulte um médico.

Resumo:

De modo geral, o ciclo menstrual, é a série de mudanças pelas quais o organismo feminino passa quando se prepara para uma gravizez.

Por isso, a cada mês, um dos ovários libera um óvulo. Enquanto isso, hormônios estão trabalhando para que o útero esteja pronto para abrigar o embrião caso haja fecundação.

Sobretudo, quando não ocorre fecundação, o útero descama, provocando a perda de sangue que toda mulher conhece bem: que é a menstruação.

Inclusive, ela ocorre uma vez por mês e, geralmente, dura de quatro a oito dias.

O ciclo menstrual costuma durar 28 dias, mas pode chegar a até 40 dentro dos padrões considerados normais. Ele começa logo após o fim da menstruação e termina no último dia de sangramento.

Enfim, esse ciclo se divide em 4 fases:

  • Menstrual
  • Folicular;
  • Ovulatória;
  • Lútea;

Enfim, me conta se você já sabia das fases do nosso ciclo menstrual. Ah, e claro, o que achou da matéria do dia?

Vem conferir mais uma matéria do blog: O anticoncepcional realmente faz mal para a saúde da mulher?

Fontes: Qualicorp, Mundo Educação, Ecycle, Tua Saúde, Saúde Bem Estar, Danone Nutricia

Meu nome é Jordana Queiroz, tenho 24 anos, nasci e moro em Goiânia.

Eu finalizei a faculdade de Relações Públicas, já morei fora durante 1 ano, falo inglês fluentemente e amo estudar assuntos ligados à marketing e mídias sociais.

Amo tudo relacionado ao universo da beleza, por esse motivo criei um Instagram (@joorqueiroz), onde eu compartilho meus conhecimentos como dicas, tutoriais, resenhas, tendências, conteúdos sobre cabelo, maquiagem e skin care.
Jordana Queiroz

Deixe um comentário