Pular para o conteúdo
Início » Depilação a Laser: tudo o que você precisa saber

Depilação a Laser: tudo o que você precisa saber

Como é a depilação a laser?

Depilação a Laser: tudo o que você precisa saber
Pello Menos – Depilação a Laser: tudo o que você precisa saber

​Hoje vamos falar sobre depilação a laser tudo o que você precisa saber. Primeiramente, se você é uma daquelas pessoas que não gostam de pelinhos indesejáveis pelo corpo, essa matéria te ajudará a entender melhor como funciona um dos métodos mais seguro e eficiente para a remoção desses pelos, a depilação a laser.

Antes de começar seu pacote é importante conhecer para além dos resultados. Por isso, a seguir faremos um mergulho. Afim de esclarecer dúvidas frequentemente levantadas quando o assunto é esse. Afinal, onde pode ser feito? Como funciona? Quais são os cuidados e o que é preciso para fazer a depilação a laser?

O que é a depilação a laser?

A depilação a laser é um procedimento estético popular realizado basicamente para remover os pelos indesejados. Feito em várias partes do corpo, como rosto, axilas, pernas, braços e principalmente na região genital.

Parece até missão impossível, mas na verdade é bem simples. Funciona da seguinte forma: ela utiliza um feixe de luz altamente concentrado, conhecido como laser. Que vai ser direcionado para os folículos pilosos. Eles são as estruturas na pele responsáveis pelo crescimento do pelo.

O laser emite uma luz que é absorvida pela melanina. Ela é o pigmento presente nos pelos. Essa absorção de luz pelo pigmento gera calor. E com isso, ocorre danificação dos folículos pilosos impedindo o crescimento futuro dos pelos.

Mas você precisa saber que existem vários tipos de lasers utilizados na depilação. E os mais comuns são os lasers de diodo, alexandrita, Nd:YAG e ruby. Cada tipo de laser possui características específicas. Como o comprimento de onda e tempo de pulso. Eles podem ser adaptados de acordo com a cor da pele e do pelo do paciente.

No entanto, é importante você ter em mente que a depilação a laser é mais eficaz em pessoas com pelos escuros e pele clara. Isso porque a absorção de luz pela melanina é maior. Pessoas com pele mais escura ou pelos mais claros podem não obter os mesmos resultados satisfatórios.

Inclusive, antes de realizar o procedimento, é essencial fazer uma consulta com um médico dermatologista. Ele vai avaliar a pele e os pelos do paciente, além de discutir suas expectativas e histórico médico. Sobre as sessões a serem feitas vai depender de uma série de coisas como: a área a ser tratada, a densidade dos pelos. E sobretudo a resposta individual ao tratamento.

Tá, mas eu vou sentir algum tipo de dor nessa depilação?

Vou sentir algum tipo de dor nessa depilação?
Fonte: Cabelereiros.comVou sentir algum tipo de dor nessa depilação?

Olha, não vamos mentir! Durante o procedimento, pode sentir-se um leve desconforto ou sensação de queimação. No entanto, os sintomas são minimizados com a aplicação de um gel resfriador na pele antes da depilação. Após a sessão, pode ocorrer vermelhidão e inchaço temporários na área tratada. Porém esses efeitos colaterais geralmente desaparecem em poucas horas.

Sim, a depilação a laser é um método eficaz para reduzir a quantidade de pelos indesejados. Porém seus pelos não vão ser eliminados para sempre. Afinal, não é um tratamento definitivo. E podem ser necessárias sessões de manutenção para alcançar resultados mais duradouros.

Qual parte do corpo pode ser feito a depilação laser?

Qual parte do corpo pode ser feito a depilação laser?
Fonte: Blog Laser FastDepilação a Laser nas partes do corpo

​O laser pode ser aplicado em praticamente todo o corpo como: região íntima (virilha e ânus), braços e pernas inteiras, meia perna ou meio braço, rosto (buço, barba e lateral da face), costas, tórax, abdômen e glúteos.

A depilação a laser não está tão liberado assim nas seguintes áreas:

  1. Na região próxima aos olhos: Em hipótese alguma use diretamente nas pálpebras ou nas áreas muito próximas aos olhos. Isso, porque o risco de danos aos olhos e à visão é altissímo.
  2. Áreas com mucosas: Não aplique em áreas com mucosas. Ou seja, região interna do nariz, boca, ânus ou genitais. Essas áreas são mais sensíveis e consequentemente mais propensas a complicações.
  3. Pele bronzeada ou recentemente exposta ao sol: A exposição solar recente ou a presença de bronzeamento ativo podem aumentar o risco de efeitos colaterais. Como por exemplo queimaduras ou alterações na pigmentação da pele. Inclusive é recomendado aguardar pelo menos duas semanas após a exposição solar.
  4. Lesões cutâneas, feridas abertas ou infecções: Essa é óbvia, mas precisa ser dita. De forma alguma o laser deve ser aplicado em áreas com lesões cutâneas, feridas abertas ou infecções ativas. Pois pode aumentar o risco de disseminação da infecção. Ou até mesmo retardar a cicatrização.

​Tudo o que você precisa saber sobre como funciona a depilação a laser

Depilação a Laser: tudo o que você precisa saber
Laser Fast DepilaçãoDepilação a Laser: tudo o que você precisa saber

​Basicamente, o laser age em profundidade e destrói a raiz dos pelos, e acredite, costuma ser menos dolorido do que a depilação com cera. Para falar a verdade, é melhor do que qualquer outro procedimento depilatório. Até porque, em poucas sessões, você fica livre de pelos!

​Para realizar esse procedimento, é preciso que o pelo esteja visível, ou seja, com uma pontinha fora da pele. Tanto é que, a recomendação pra você iniciar a depilação a laser, é que você retire os pelos com lâmina alguns dias antes da sua sessão, pois quanto mais grosso o pelo, mais fácil de removê-lo.

​Depois de uma depilação a laser, o pelo volta a crescer?

A depilação a laser tem como objetivo interromper o crescimento dos pelos de forma duradoura. No entanto para entendermos como isso acontece, é importante conhecer o ciclo de crescimento dos pelos.

Primeiro, você precisa saber que o crescimento do pelo ocorre em três fases distintas:

  1. Fase Anágena (crescimento ativo): Nessa fase, o folículo piloso está conectado à matriz do pelo. Onde ocorre a produção de novas células que basicamente formarão o pelo.
  2. Fase Catágena (transição): Essa fase o crescimento do pelo é interrompido. O folículo piloso se contrai e o fornecimento de nutrientes para o pelo diminui.
  3. Fase Telógena (repouso): É a fase em que o pelo não está crescendo e está se preparando para cair. Com isso, um novo pelo começa a se desenvolver no folículo piloso.

Depilação a laser x fases de crescimento do pelo

Depilação a laser x fases de crescimento do pelo
Fonte: Vialaser

A depilação a laser atua especificamente na fase anágena. Ou seja, quando o pelo está em crescimento ativo e o folículo piloso contém uma maior quantidade de melanina. Como dito anteriormente, o feixe de luz emitido pelo laser é absorvido pela melanina presente nos pelos. E, consequentemente, convertido em calor. Esse calor danifica de forma seletiva os folículos pilosos, inibindo seu crescimento futuro.

No entanto, nem todos os pelos estão na mesma fase de crescimento simultaneamente. Como a depilação a laser é eficaz apenas na fase anágena, são necessárias várias sessões de tratamento. Assim, é possível alcançar todos os pelos em diferentes fases de crescimento. Geralmente, são recomendadas várias sessões espaçadas para abranger todas as fases de crescimento dos pelos.

À medida que as sessões de depilação a laser são realizadas, os pelos tratados entram em fases de crescimento mais lentas. Com isso, eventualmente, alguns folículos pilosos podem ser permanentemente danificados. Assim, resultam em uma redução significativa do crescimento dos pelos na área tratada. No entanto, é possível que alguns pelos possam continuar a crescer. Embora em menor quantidade e mais finos.

A manutenção periódica pode ser necessária para tratar os pelos que eventualmente voltarem a crescer. Já que a depilação a laser não proporciona uma remoção definitiva de todos os pelos. A frequência dessas sessões de manutenção vai variar de pessoa para pessoa. E inclusive pode depender de fatores individuais, como características hormonais como também genéticas.

​Tudo sobre dor durante a depilação a laser

​Tudo sobre dor durante a depilação
Fonte: Dio laser

​Muitas pessoas sentem apenas desconforto, como sensação de ardência e outras costumam sentir com mais intensidade. Ou seja, varia de pessoa pra pessoa. Inclusive, o ciclo menstrual, estresse ou muita sensibilidade na pele podem potencializar a sensação de “dor”.

Em maioria, o relato de desconforto é mínimo durante o procedimento. Já entretanto outras podem sentir um pouco mais de dor. Porém, a maioria dos pacientes descreve a sensação durante a depilação a laser como uma leve picada ou sensação de calor.

Afim de minimizar o desconforto, os profissionais geralmente aplicam um gel resfriador na pele. Isso antes de realizar o procedimento. Pois esse gel ajuda basicamente a reduzir a sensibilidade da pele. Aliviando assim a sensação de calor gerada pelo laser. Além disso, os lasers mais modernos também têm um sistema de resfriamento integrado para tornar o procedimento mais confortável.

Por isso, é importante ressaltar sempre que a tolerância à dor varia de pessoa para pessoa. E inclusive pode depender da área tratada, da densidade dos pelos, do tipo de laser utilizado e sobretudo da sensibilidade individual da pele. Em áreas mais sensíveis, como a região do biquíni ou o rosto, pode ser que tenha um pouco mais de desconforto.

Em caso de preocupação com relação a dor durante a depilação a laser, converse com o profissional responsável pelo procedimento. Eles oferecem orientações específicas para lidar com o desconforto. Como, por exemplo, o uso de anestésicos tópicos ou técnicas de resfriamento adicionais para garantir uma experiência mais confortável.

​Qual a melhor época do ano para fazer depilação a laser?

​Qual a melhor época do ano para fazer?
Fonte: GIOLaser – Clínicas Depilação a Laser

Não existe uma época específica do ano melhor para fazer a depilação a laser. Realize o procedimento durante todo o ano, independentemente das estações.

No entanto, é importante considerar os seguintes pontos ao agendar as suas sessões:

  1. Evite a exposição solar: Não se exponha a luz solar direta. Principalmente as áreas que estão sendo tratadas. Elas não podem ver a luz solar nem antes e tão pouco depois das sessões de depilação a laser. Pois o sol pode aumentar o risco de complicações, como queimaduras ou alterações na pigmentação da pele, como já dito anteriormente. Portanto, é mais adequado agendar as sessões durante períodos em que você não pegue tanto sol. Épocas como no outono ou inverno.
  2. Durante o preparo para o verão: Faça suas sessões antes do verão. Ou seja, comece a usar o laser no inverno ou primavera. Dessa maneira, a maioria das sessões estarão concluídas antes da chegada do verão. Dessa forma, você tem os benefícios de uma pele mais suave e com menos pelos durante os meses de verão.

No entanto, independentemente da época do ano, é essencial seguir as recomendações do profissional responsável pelo tratamento. Pois eles podem fornecer orientações personalizadas com base nas suas necessidades individuais. E sobretudo na avaliação da sua pele e pelos.

Tudo o que você precisa saber sobre depilação a laser: Pelos claros, pele negra e tatuagem

​Primeiramente, se você possui pelos loiros, ruivos, branco ou claros, talvez o seu corpo resistirá ao laser e não será tão eficiente, ao contrário de quem tem pelos escuros. Pelo fato de ser atraído pela melanina, pelos muito claros não são encontrados.

Vale destacar que, é preciso uma avaliação com a empresa antes de iniciar o tratamento, afinal você precisa ter certeza de que dará certo para o seu tipo de pelo ou não.

Pessoas com pele negra exigem mais cuidados na avaliação, pois possuem mais melanina na pele também. A boa notícia é que já existem lasers capazes de eliminar os pelos sem colocar em risco os clientes com peles mais escuras.

Áreas com tatuagens não podem realizar esse procedimento, pois o laser pode confundir a pele tatuada pelo pigmento da cor e causar queimadura no local, correndo o risco de danificar o desenho. O ideal seria depilar com o laser antes de realizar uma tatuagem.

​Cuidados necessários ao fazer uso da depilação a laser:

Tudo o que você precisa saber sobre
Fonte: Pello menosTudo o que você precisa saber sobre depilação a laser
  • Bronzear ou tomar sol, podem causar queimaduras, manchas e inclusive, sensibilizar a pele causando dores na hora de realizar o laser. Aplique filtro solar!
  • Hidrate a pele.
  • Não depile com cera ou qualquer outro método que puxe o pelo da raiz durante o procedimento. Opte pela lâmina ou aparador.
  • O uso de produtos que contém ácidos na sua formulação pode sensibilizar ainda mais a pele, portanto evite.
  • Em caso de irritação ou vermelhidão, use e abuse do hidratante ou compressas frias.
  • Evite produtos para clarear os pelos e esfoliantes .

Por fim, selecionei um vídeo sobre a depilação à laser, da fisioterapeuta Marcelle Pinheiro, na qual explica como funciona a depilação a laser, quais cuidados é preciso ter antes e depois das sessões e quais as contra indicações.

Youtube

Enfim, acho que consegui retirar as principais dúvidas. Comenta aqui embaixo se você já fez ou deseja fazer depilação a laser!

Fontes: Espaço Laser, Tua Saúde, Youtube, Blog Laser Fast.

Vem conferir mais um post do Blog: Cuidados de beleza- Conheça 7 cuidados para implementar na sua rotina

Meu nome é Jordana Queiroz, tenho 24 anos, nasci e moro em Goiânia.

Eu finalizei a faculdade de Relações Públicas, já morei fora durante 1 ano, falo inglês fluentemente e amo estudar assuntos ligados à marketing e mídias sociais.

Amo tudo relacionado ao universo da beleza, por esse motivo criei um Instagram (@joorqueiroz), onde eu compartilho meus conhecimentos como dicas, tutoriais, resenhas, tendências, conteúdos sobre cabelo, maquiagem e skin care.