Pular para o conteúdo
Início » O anticoncepcional realmente faz mal para a saúde da mulher?

O anticoncepcional realmente faz mal para a saúde da mulher?

O anticoncepcional faz mal para a saúde da mulher? Venha descobrir os seus efeitos colaterais e quais as suas vantagens e desvantagens.

O anticoncepcional realmente faz mal para a saúde da mulher?
Secad – O anticoncepcional realmente faz mal para a saúde da mulher?

Você sabe se o uso de anticoncepcional realmente faz mal para a saúde da mulher? Venha descobrir os seus efeitos colaterais e quais as suas vantagens e desvantagens.

Primeiramente, as mulheres fazem o uso do anticoncepcional para evitar uma gravidez indesejada. Porém é importante que ela esteja bem informada em relação ao remédio que ela toma.

Por ser justamente, um método simples e prático, colocamos uma série de fatores para te ajudar a entender o que, de fato acontece com o nosso corpo quando usamos esse tipo de medicamento.

O anticoncepcional possui vantagens e desvantagens. Além de alterar os hormônios, podendo provocar o surgimento de alguns efeitos colaterais. Mas claro, isso depende do seu organismo, do remédio e do acompanhamento médico.

O anticoncepcional faz mal para a saúde da mulher?

Antes de mais nada, todo medicamento pode apresentar efeitos colaterais, incluindo o anticoncepcional!

O que podemos fazer para evitarmos algum dos seus efeitos colaterais é tomar o medicamento, com uma dose menor de hormônio. Pois isso pode trazer menos complicações.

Sobretudo, por conta dos hormônios, o anticoncepcional pode provocar o surgimento de alguns efeitos colaterais. Como por exemplo:

  • Dor de cabeça;
  • Alteração do fluxo menstrual;
  • Aumento de peso;
  • Surgimento de espinhas;
  • Alterações do humor;
  • Diminuição da libido;
  • Aumento do risco de trombose.

O anticoncepcional faz mal?

5 benefícios de utilizar o Anticoncepcional

1- Possui alta eficácia contra gravidez

Sobretudo, ao optar pelo método contraceptivo, dificilmente você ficará grávida. Pois, ele bloqueia completamente a ovulação, o que resulta na inexistência de um período fértil.

2- Melhora a pele

Basicamente, as espinhas e acnes, faz parte da vida de quase todo mundo. Inclusive, muitas mulheres reclamam não só da acne e das espinhas. Mas também da oleosidade excessiva e dos pelos faciais. Sobretudo, o uso de anticoncepcional, pode melhorar não só a pele, como também pode deixá-la mais bonita.

3- Diminui cólicas e a TPM

O anticoncepcional regula todo o sistema reprodutor. Justamente, por conter dosagens adequadas de hormônios. Por isso, alguns sintomas como as cólicas podem diminuir. Pois, o seu corpo não estimulará mais o útero de maneira exacerbada como antes.

Além disso, a tensão pré-menstrual (TPM), também é reduzida devido à conquista de um equilíbrio hormonal. Pois inibe quedas e picos repentinos dos hormônios LH (luteinizante) e FSH (folículo estimulante). Os quais inclusive, afetam o humor feminino no período que antecede a menstruação.

4- Regula o ciclo menstrual

Fonte: Veja

Para as mulheres que possuem ciclos menstruais irregulares, o anticoncepcional é uma boa opção para solucionar o problema. Até porque, quando o anticoncepcional é ingerido em quantidades exatas e regulares de hormônios por determinados dias e seguidos por uma pausa, a tendência é que a menstruação fique bem certinha.

Outra questão importante é saber que nem sempre a menstruação deve vir no mesmo dia e hora, mas quase sempre na mesma época.

5- Reduz o fluxo menstrual

Além de inibir a ovulação, o uso da pílula promove a diminuição da espessura do endométrio. Então, é normal que algumas mulheres relatem a diminuição do fluxo menstrual após iniciar esse método. Mas, isso não é regra!

E caso você deseja ou precisa cessar completamente a menstruação, uma alternativa é fazer o uso contínuo do remédio, sem pausas.

4 malefícios que podem ocorrer ao utilizar o anticoncepcional.

1- Retém líquido e aumenta as celulites

Sobretudo, o uso do medicamento pode provocar retenção de líquido. Consequentemente, pode resultar em ganho de peso repentino, em média de dois a três quilos.

Devido ao inchaço, as celulites ficam mais visíveis. Mas nada que uma atividade física, ingestão correta de água e algumas sessões de drenagem linfática não possam resolver.

2- Aumenta a possibilidade de doenças hepáticas

Sobretudo, se você toma o anticoncepcional diariamente, você consequentemente, ingere hormônios, os quais são metabolizados no fígado. Por isso, esse órgão pode vir a sofrer problemas. Como por exemplo, a sobrecarga, ao longo do tempo de uso desse método contraceptivo.

E lembre-se, consulte um médico antes de tomar qualquer tipo de medicamento.

3- Facilita a hipertensão arterial

anticoncepcional faz mal
Fonte: Partmed

Os riscos de desenvolver hipertensão arterial com o uso da pílula é mais significativo. Mas, no caso dos comprimidos que contêm estrogênio em sua composição. Afinal, quando esse hormônio é produzido sinteticamente, ele tende a ser vasoconstritor.

4- Aumenta o risco de doenças tromboembólicas

Se você tem predisposição a doenças como trombose, infarto, derrame ou embolia pulmonar, a pílula não é indicada. Pois, ela pode aumentar as chances da ocorrência desses eventos.

Contudo, vale ressaltar que esses casos são raros e além disso, o risco é maior nos primeiros meses. Sobretudo, ao manter a ingestão de um mesmo anticoncepcional frequentemente, você fica mais segura com o tempo!

Enfim, o anticoncepcional tem pontos positivos e negativos. Cabe a você decidir se realmente é viável ou não para você.

Além disso, não se esqueça da importância de manter hábitos saudáveis, pois eles são importantíssimos para prevenir todas as doenças mencionadas. E claro, marque uma consulta com um ginecologista para decidir se esse é o método adequado para a sua saúde.

Conclusão sobre o uso do Anticoncepcional

De modo geral, o anticoncepcional tem suas vantagens e desvantagens. Dentre as vantagens, podemos destacar que ele é eficaz para prevenir gravidez, melhora a pele, diminui cólica e TPM, regula o seu ciclo menstrual, e ainda reduz o fluxo menstrual.

Contudo, ele também tem suas desvantagens. Como por exemplo, ele faz com que nosso corpo retenha mais líquido, provocando o aumento da celulite, aumenta as chances de doenças hepáticas, facilita a hipertensão arterial, e ainda aumenta o risco de doenças tromboembólicas.

Agora cabe a você e ao seu ginecologista decidir o que é melhor para você!

Fontes: Vida Natural, Boa Consulta, Tua Saúde

Gostou da matéria do dia?

Vem conferir mais uma matéria do Blog: Relacionamento abusivo: como decifrar se estou em um?

Meu nome é Jordana Queiroz, tenho 24 anos, nasci e moro em Goiânia.

Eu finalizei a faculdade de Relações Públicas, já morei fora durante 1 ano, falo inglês fluentemente e amo estudar assuntos ligados à marketing e mídias sociais.

Amo tudo relacionado ao universo da beleza, por esse motivo criei um Instagram (@joorqueiroz), onde eu compartilho meus conhecimentos como dicas, tutoriais, resenhas, tendências, conteúdos sobre cabelo, maquiagem e skin care.
Jordana Queiroz

Deixe um comentário