Pular para o conteúdo
Início » Relacionamento abusivo: como decifrar se estou em um?

Relacionamento abusivo: como decifrar se estou em um?

Você tem dificuldade de identificar se está em um relacionamento abusivo? Sim? Então, chega mais, pois separamos dicas que vão te ajudar

Relacionamento abusivo: como decifrar se estou em um?
Fonte: VittudeRelacionamento abusivo: como decifrar se estou em um?

Você já viveu algum Relacionamento Abusivo?

Ei, alguma vez na sua vida, você vivenciou em algum relacionamento abusivo que sentia estar “pisando em ovos” o tempo todo? Ou que sentia medo e insegurança constantemente com o que falava, sentia, vestia, comia, ou até mesmo como se comportava, por medo da repressão do seu parceiro?

O relacionamento abusivo, não é só marcado por violência física, na verdade muitas das vezes ocorre somente o abuso psicológico. O qual inclusive, tem consequências tão graves ou ainda piores que a violência física. Até porque, o abuso psicológico pode ser ainda mais difícil de se perceber.

Afinal, no início desse relacionamento, é mais comum da vítima começar a ter estresse e ansiedade com frequência. Logo após, os sintomas e sentimento pioram.

Quais as consequências de um relacionamento abusivo?

Contudo, com o passar do tempo, a vítima fica cada vez mais vulnerável, sensível, ainda mais ansiosa, com baixa autoestima, dentre outros sentimentos.

Como por exemplo, em alguns casos a vítima até enfrenta uma depressão, transtornos alimentares. Ou até mesmo, dependências químicas.

Sobretudo, quando estamos em um relacionamento abusivo, é muito difícil nos distanciar para enxergar, de forma mais ampla a relação.

Inclusive, esse tipo de relacionamento pode ocorrer em um namoro, casamento, família. Ou até mesmo em ambientes de trabalho.

Relacionamento abusivo

Que outros tipos de relacionamentos abusivo podem te deixar para baixo?
Psicólogos Vila OlímpiaRelacionamento Abusivo

Que outros tipos de relacionamentos abusivo podem te deixar para baixo?

De modo geral, o relacionamento abusivo, não se resume apenas a violência física. Na verdade, também existem casos de abusos sexuais, verbais, financeiros, emocional e abusos psicológicos. Porém, todos os tipos de relacionamentos abusivos, impactam diretamente na autoestima.

Sobretudo, o abuso psicológico, é considerado o mais difícil de ser identificado, pois ocorre de forma sutil. Até porque, nesse caso pode ocorrer através de humilhação camuflada, sensação de insuficiência. E até mesmo, pela culpa, ou seja, os abusadores, tentam constantemente afirmar que a culpa de tudo que ocorre é da vítima.

10 sinais de que você pode estar em um relacionamento abusivo

relacionamento abusivo
Fonte: Todas FridasRelacionamento Abusivo
  1. O seu parceiro costuma te controlar o tempo todo?
  2. Tem costume de te humilhar ou te criticar?
  3. Ele tem ciúmes excessivo?
  4. Flerta com outras pessoas na sua frente?
  5. Ele fala que você é sempre a culpada de tudo?
  6. Destrói sua autoestima?
  7. Exige, seja chantageando ou ameaçando, relação sexual?
  8. Pega, rouba ou destrói seus pertences?
  9. Faz muitas chantagens?
  10. Geralmente, diz bastante “eu te amo, mas…”?

Antes de mais nada, se você identificou com algum desses sinais, não espere, procure ajuda! Nem sempre a vítima consegue enxergar esses sinais, e aí ela se sente presa e abalada pelo parceiro. E se você se sente preso ou presa, tenta recorrer a amigos próximos ou até mesmo, os familiares.

Sobretudo, quem passa por uma relação abusiva pode ter traumas psicológicos e físicos. Por isso, inclusive, é muito importante fazer uma terapia para retomar a vida e recuperar a autoestima.

Durante o acompanhamento com o psicólogo, é possível ter mais clareza sobre as consequências da relação. Além de, conquistar forças para encerrá-la e curar as feridas psicológicas deixadas.

Fique ligada!

Os principais sinais de que alguém pode estar abusando do você.

Se você está em um relacionamento, que já não está te fazendo bem, sai fora. Você é uma mulher foda, forte e merece um mundo inteiro. Nós merecemos muito amor, carinho e respeito acima de tudo. Enfim, confira agora, os principais sinais de um abusador.

Inclusive, muitos acreditam que eles tem perfis de psicopatas ou de narcisistas. Mas, claro, muitas questões sociais podem contribuir para essa situação. Como por exemplo, o machismo e o racismo, os quais fazem com que a pessoa se sinta superior ao outro.

  • Ciúmes exagerado;
  • Possessividade;
  • Necessidade de controle;
  • Comportamento agressivo;
  • Invasão de privacidade;
  • Chantagem;
  • Manipulação;
  • Controle financeiro;
  • Ameaças e violência sexual, verbal, emocional e física.

3 orientações para você superar relacionamentos abusivos

1- Busque o autoconhecimento

Aqui no Blog Be You, prezamos sempre pelo autoconhecimento. Acreditamos que o amor próprio e o autoconhecimento libertam e nos trazem poder.

Por isso, nesse caso mais do que nunca, você precisa entender de uma vez por todas, de todas as suas qualidades. Além de entender as capacidades e pontos que precisam ser melhorados.

Após você se autoconhecer melhor, você além de perceber que ficará mais fácil lidar com as emoções positivas e negativas. Também conseguirá enxergar com mais clareza quem são ou quem não são as pessoas tóxicas que estão ao seu redor.

2- Ouça a opinião de amigos e familiares

Fonte: A Crítica

Sobretudo, em um relacionamento abusivo, é bem comum o abusador pedir para a mulher se afastar de toda a sua família e amigos. Então, se ele te pedir isso, mesmo que de forma indireta, não faça isso!

De modo geral, é fundamental, você se manter próximo dos entes queridos. Afinal, são eles que poderão te ajudar a identificar e superar um relacionamento ruim.

3- Procure ajuda psicológica

Conclusão sobre Relacionamentos abusivos

Basicamente, como já dissemos aqui, pode ocorrer do casal não ter consciência dos limites, e por muitas vezes, a vítima acaba não percebendo que está em um relacionamento abusivo. E inclusive, é aí que entra a importância de um psicólogo.

Primeiro, que será ele que irá lhe mostrar que você está sim inserida em um relacionamento abusivo. E segundo que ele irá lhe ajudar a superar, a desconstruir esse relacionamento. E claro, a superar os seus traumas, que provavelmente foram criados por conta do relacionamento.

De modo geral, o apoio profissional, pode lhe ajudar tanto na superação do trauma, como também no restabelecimento da sua autoestima. Portanto, procure ajuda!

E por fim, colocamos um vídeo da Psicóloga Cintia Barbosa, que vai te apresentar as frases mais usadas por uma pessoa que tem o perfil de um abusador. A intenção é te ajudar a perceber se está em um relacionamento abusiv,o ou não.

Cintia Barbosa – Psi

Enfim, me conta se você ou alguém próximo já teve um relacionamento abusivo. Sobretudo, se você ou alguém próximo de você estiver vivenciando em um relacionamento abusivo, peça ajuda.

Sobretudo, ligue para o 180, a Central de Atendimento à Mulher. Aliás, funciona todos os dias da semana, 24 horas por dia. Ou então, procure a delegacia da Mulher da sua região.

Gostou da matéria do dia?

Vem conferir mais uma matéria do Blog: Troca de Anticoncepcional: Tudo que você precisa saber

Fontes: Psicólogo Vila Olímpia, Febracis, Saúde.Abril, Azmina, BBC, Saúde.Abril, Psicológos Berrini

Meu nome é Jordana Queiroz, tenho 24 anos, nasci e moro em Goiânia.

Eu finalizei a faculdade de Relações Públicas, já morei fora durante 1 ano, falo inglês fluentemente e amo estudar assuntos ligados à marketing e mídias sociais.

Amo tudo relacionado ao universo da beleza, por esse motivo criei um Instagram (@joorqueiroz), onde eu compartilho meus conhecimentos como dicas, tutoriais, resenhas, tendências, conteúdos sobre cabelo, maquiagem e skin care.
Jordana Queiroz

Deixe um comentário